o-que-diz-o-mec-sobre-pos-graduacao

Para os estudantes que já estão na faculdade, o termo pós-graduação não é algo incomum. A pós-graduação a distância representa um nível elevado de formação acadêmica, de modo que exige um diploma de nível superior (seja bacharelado, tecnólogo ou licenciatura). 

Para o perfil de um profissional, é um diferencial interessante — especialmente em um competitivo mercado de trabalho, em que o nível de exigências para contratação é cada vez maior. 

Por isso, a necessidade de voltar aos estudos tem levado muitas pessoas a cursos de pós-graduação, com o objetivo de se aprofundarem em determinados conteúdos antes abordados de forma superficial durante a graduação. No Brasil, os cursos de pós-graduação se dividem em mestrado, doutorado, especialização e MBA. 

Está considerando dar mais um passo na carreira? Para te ajudar, elencamos todos os tipos de pós-graduação e a importância de voltar a estudar. Segue com a gente! 

Pós-graduações Lato sensu

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), instituições de ensino superior (credenciadas pela União) podem oferecer cursos de pós-graduação. Os cursos independem de autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento, e devem atender a Resolução Nº 1, de 8 de junho de 2007. 

A resolução estabelece as normas de funcionamento para os cursos de pós-graduação lato sensu, nos quais se incluem MBA (Master Business Administration) e Especialização. 

Especialização

Pela resolução, cursos em nível de especialização tem duração de 360 horas e conferem ao estudante o título de especialista. É voltado para o mercado de trabalho, de modo que o curso escolhido para especialização (amplo ou não), irá se aprofundar em conteúdos sobre a área de atuação do aluno. 

MBA

Master Business Administration (ou simplesmente MBA) é o curso voltado para especialização, como o anterior, porém focado na área de negócios e gestão. É indicado para profissionais que atuam no mercado empresarial, como gestores e empresários — e isso inclui a pós-graduação em Comunicação (Marketing), Contabilidade, Logística etc. 

É visto como essencial para construir uma carreira sólida no mercado de trabalho. 

Pós-graduações Stricto sensu

As pós-graduações stricto sensu compreendem programas de mestrados e doutorados oferecidos a alunos com diploma no ensino superior. De acordo com o MEC, em contrapartida aos cursos lato sensu, esse modo exige autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento previstas na Resolução CNE/CES nº 1/2001. 

No fim do curso, o aluno receberá o diploma correspondente ao tipo de curso: mestrado ou doutorado. 

Mestrado

Diferente dos cursos de lato sensu, o mestrado é inteiramente focado na área de pesquisa e confere ao aluno o título de mestre. Com duração de 18 à 24 meses, o mestrado possui uma carga horária rigorosa, de modo que o estudante será acompanhado durante todo o curso por um orientador — aprofundando-se em conteúdos já abordados na graduação. 

É indicado para quem deseja lecionar no Ensino Superior e trabalhar com produções acadêmicas. Exige um projeto de pesquisa, que será apresentado para uma bancada examinadora. 

Doutorado

Apesar de não ser uma regra, cursos de doutorado são normalmente feitos após a conclusão do mestrado, e irão conferir ao aluno o título de doutor. Ele também é indicado para quem deseja se tornar professor em universidades e/ou pesquisador acadêmico (através de uma pós-graduação em Psicologia EAD, por exemplo).

O curso pode durar até 4 anos e, após o tempo de pesquisa, exige uma tese de doutorado, que será apresentada para uma bancada examinadora. 

A importância da pós-graduação EAD

No contexto profissional, investir em um curso de pós-graduação EAD (à distância) ou presencial trará inúmeros benefícios. O mercado de trabalho está cada vez mais exigente e ter um diploma de graduação deixou de ser suficiente. 

Enriquecer o diploma, ganhar conhecimento como profissional e aumentar a empregabilidade são algumas das maiores vantagens para o profissional que se formar na pós-graduação. 

webfoco